A remoção de um dente deve ser feita com muita cautela e prévia análise do cirurgião-dentista.

Também conhecida como Exodontia, a extração dental é a remoção do elemento dentário (dente). Pode ser realizada através de cirurgia, como:

– Exo incluso, semi incluso ou impactado: É aquele dente que não consegue erupcionar (nascer), não atingindo sua posição na arcada dentária dentro do tempo esperado;

– Exo Raiz: Retirada de restos de raízes presas dentro do tecido ósseo ou presas à gengiva;

– Exo Simples: Extração de dentes que erupcionaram normalmente, mas que podem estar danificados (cariados, quebrados, etc). Também é o termo utilizado para a extração dos dentinhos de leite das crianças.

Um dente apenas deve ser extraído com orientação profissional. É importante realizar os procedimentos cirúrgicos acima citados para evitar alguns problemas sérios como, por exemplo, a formação de cistos, tumores e infecções. Em estágio acelerado esses problemas podem causar distúrbios sistêmicos muito graves.

Cada extração possui um procedimento específico. Todas são um desafio para o cirurgião-dentista, porque requerem não só a anestesia local profunda, a fim de prevenir dor durante a cirurgia, como também o controle da ansiedade do paciente.

Antes de extrair um dente, o dentista Odontoclinic fará uma revisão do seu prontuário dentário e providenciará as radiografias necessárias.

As radiografias revelam o tamanho, formato e posição do dente e osso. Com base nessas informações, o dentista irá avaliar o grau de dificuldade da cirurgia, e decidirá a melhor forma de remoção deste dente.

Antes da extração, a área em volta do dente será anestesiada. Nas clínicas odontológicas Odontoclinic, utilizamos um anestésico local para amortecer a área da boca onde a extração ocorrerá, tornando a remoção do dente um procedimento de simples e indolor ao paciente.

Na extração simples, uma vez que a área é anestesiada, o dente é descolado do osso com um tipo de alavanca, e então extraído com um fórceps dentário. O dentista também poderá suavizar e remodelar o osso que sustenta o dente. Terminada esta etapa, ele poderá optar por fechar a área com alguns pontos cirúrgicos.

A não extração de um dente pode levar sérios riscos à sua saúde bucal, como:

– Formação de cistos;

– Nascimento de dentes desalinhados, no caso da remoção tardia dos dentes de leite;

– Tumores;

– Infecções;

– Doenças sistêmicas;

A remoção de um dente deve ser feita com muita cautela e prévia análise do cirurgião-dentista.