A prótese fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa). 

A prótese parcial fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa).

Os dentes tratados endodonticamente (tratamento de canal) são normalmente mais frágeis devido à perda de estrutura dental, cáries, preparação cavitária e instrumentação do canal radicular, tornando-os mais vulneráveis a fraturas. O núcleo ou pino intracanal, como o próprio nome já diz, vai dentro da raiz do dente após realizado preparo. Ele serve para dar ancoragem e resistência à parte protética externa.

Ao ser fixada sobre os dentes do paciente, previamente preparados para recebê-la, reabilita-o para mastigar, falar ou sorrir. Recebe o nome de “fixa” porque não pode ser removida pelo paciente.

A prótese fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa). 

A prótese parcial fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa).

Os dentes tratados endodonticamente (tratamento de canal) são normalmente mais frágeis devido à perda de estrutura dental, cáries, preparação cavitária e instrumentação do canal radicular, tornando-os mais vulneráveis a fraturas. O núcleo ou pino intracanal, como o próprio nome já diz, vai dentro da raiz do dente após realizado preparo. Ele serve para dar ancoragem e resistência à parte protética externa.

Ao ser fixada sobre os dentes do paciente, previamente preparados para recebê-la, reabilita-o para mastigar, falar ou sorrir. Recebe o nome de “fixa” porque não pode ser removida pelo paciente.